05 fevereiro 2015

Reiki, o que é?

Reiki, o que é?





A palavra Reiki advêm da conjunção de dois termos japoneses, nomeadamente:

 – «Rei», que significa espírito, alma, ser celestial, ser sobrenatural, divindade

 – «Ki», que significa ar, energia, força, atmosfera. No contexto do termo, Ki refere-se a energia vital, ou energia da vida, ou aquilo também designado nas medicinas tradicionais do oriente por «chi».

Comumente, em coordenação os termos significam a possibilidade de, canalizando forças e influências espirituais, actuar sobre a energia vital de um organismo, a fim de o harmonizar, auxiliando no seu reequilíbrio e coadjuvando a sua cura.
Esta terapia oriental, actua através da imposição das mãos em pontos energéticos específicos do corpo humano, a fim de favorecer o restabelecimento do equilíbrio das forças vitais de um ser.
A terapia pressupõem que aquele/a que administra o procedimento holistico, tenha conhecimento sobre o mapa de energias vitais do corpo humano, ( chakras e auras), bem como haja adquirido técnicas de manipulação das forças espirituais em favorecimento da influencia positiva da energia vital de um ser.
O Reiki  não é considerada uma terapia clínica e cientificamente provada e por isso não faz parte do leque de ciências medicas convencionais.
Contudo, os seus defensores acreditam que o Reiki é um processo que pode ser usado complementarmente a tratamentos de medicina convencional com elevado sucesso.
  

  
Professam os seus praticantes, que o reequilíbrio energético de um corpo, favorece tanto a estabilização do metabolismo de um organismo, como o aumento da sua capacidade imunitária e auto-regenerativa.
Assim, o uso desta terapia seria altamente favorecedor de tratamentos clínicos convencionais, permitindo que os seus efeitos registem progressos mais rápidos.
Reiki é uma prática espiritual desenvolvida por Mikao Usui, que desenvolveu as suas técnicas de terapia espiritual após um processo de jejum e meditação. Hoje em dia, o Reiki é considerada uma pratica de medicina complementar alternativa.
O Reiki é comummente encarado no âmbito de uma técnica de relaxamento e redução de stress, e que por isso promove o bem-estar físico e mental, podendo mesmo ter efeitos benéficos em processos de cura.
Embora o Reiki seja uma pratica espiritual, contudo não é uma religião. O Reiki não advoga dogmas, nem consiste uma teologia, nem possui uma escatologia, e por isso não partilha de nenhum dos traços característicos de uma religião.
Os defensores do Reiki, afirmam que o Reiki funciona independentemente de você ter crença ou não. No entanto, é comum que os praticantes de Reiki afirmem que o reki advêm de Deus, pois de Deus advêm todas as energias vitais que sustentam a vida, e é com essas que o Reiki lida.

Há relatos de pessoas que experimentando o reiki, afirmam ter encontrado uma paz espiritual de natureza religiosa, ou ate mesmo um encontro com Deus. Contudo, o Reiki não se afirma enquanto uma religião, nem é necessário prestar qualquer tipo de culto ou professar qualquer tipo de crença em particular, para beneficiar dos seus efeitos relaxantes, pacificadores e de harmonização.

André Boneberg

3 comentários:

  1. sempre quis saber mais sobre o Reiki, muito bom!
    Lais

    ResponderExcluir
  2. Cada vez melhor esse blog. Todos os dias novidades. Parabéns.

    ResponderExcluir