07 novembro 2015

Os Elementos

OS ELEMENTOS 

Os elementos clássicos são uma característica chave da visão de mundo na Wicca. Toda força ou forma manifestada é vista como uma maneira de expressar um dos quatro elementos, que são: Terra, Ar, Fogo e Água.

Na Wicca acredita-se também que tudo que existe pode ser veículo de manifestação de um ou de vários elementos combinados.

Não há consenso quanto à natureza exata desses elementos, na concepção grega há elementos correspondentes à matéria (terra) e energia (fogo), com outros elementos de mediação (água, ar), relacionados com as fases da matéria (mistura de fogo/terra).

Aristóteles propôs um quinto elemento ou quinta essência, o espirito (éter, akasha). Que une os 4 elementos.

Para se explicar o conceito dos Cinco Elementos, foram criadas diversas analogias, uma delas usa o exemplo de uma árvore, que é composta de terra (com o solo e matéria vegetal), água (seiva e umidade), fogo (através da fotossíntese) e ar (a criação de oxigênio e de dióxido de carbono), que se acredita serem unidos pelo Espírito.

Tradicionalmente, no Gardnerianismo, cada elemento é associado a um ponto cardeal da bússola, sendo o ar oriental, o fogo sul, a água oeste, a terra o norte e o Espírito o centro.

No entanto, alguns wiccanos, alegaram que os pontos cardeais foram definidos apenas visando a geografia do sul da Inglaterra, onde a Wicca emergiu, e que os wiccanos devem determinar os pontos de acordo com sua região;

Bom, eu prefiro usar a forma mais comum e tradicional,  rsrsrs
Norte - Terra
Leste - Ar
Sul - Fogo
Oeste - Água

Os cinco pontos do pentagrama frequentemente simbolizam, dentre outras coisas, os quatro elementos. Ficando o espírito sempre no topo. Na Wicca, o pentagrama é o símbolo normalmente associado e utilizado para invocar os elementos, restritamente dentro de um círculo mágico.

Como já vimos, no círculo mágico os quatro elementos são visualizados como colaboradores e influenciadores associados aos quatro pontos cardeais. 

Os elementos são forças sutis, que se manifestam em todas as coisas e os bruxos utilizam isto a seu favor, trabalhando os elementos. Por exemplo, um feitiço de amor a ser realizado para uma pessoa dominada predominantemente pelo elemento fogo, será muito mais eficaz do que um feitiço que simplesmente ignora isto.

Evocamos os elementos ao circulo magico, trazemos suas energias dos 4 pontos cardeais utilizando geralmente o athame, porem NÃO usamos o athame para chamar os Deuses, isso mostra uma coisa importante que a maioria não percebe logo de cara, os elementos foram criados para nos servirem, os Deuses nós convidamos para estarem presentes, os elementos nós fazemos estarem presentes. A terra que nos nutre, o ar que enche nossos pulmões, o fogo que esquenta nossa comida, e a água que nos lava no banho. Estão sempre nos servindo. 

Agora como podemos compreender a atuação desses elementos na natureza? 

Os mesmos elementos que se manifestam na natureza, e em todo lugar também esta dentro de nós. A terra que é o nosso próprio corpo, pele, músculo, força, o tangível. O ar que movimenta nossas moléculas, movimenta nosso sangue, faz a circulação toda, movimenta nossos pensamentos, ideias. O fogo que é nosso calor, temperatura, nos da impeto, coragem, nos faz vivos, o fogo da vida, nosso coração, o bombear dele, nosso sangue. A água que compõe 70% do nosso corpo, nosso sangue que alem de nos dar vida com o fogo, também é liquido como a água, se movimenta constantemente com o ar. Para compreender a atuação desses elementos na natureza é preciso compreender eles, dentro de nós mesmos.

Aspirantes de astrologia aqui, já sabem que os signos do zodíaco se agrupam de acordo com os quatro elementos.

Todas as manifestações são necessárias, e dentro de um elemento as manifestações de cada um dos signos se expressam de forma diferente.  

Exemplo, nos signos de terra, Touro que é o primeiro, visa a satisfação dos sentidos com muito mais força do que Capricórnio, que é o último dos signos em buscá-la, e quando o faz é de forma mais indireta.
Os quatro elementos representam a maneira que temos de perceber o mundo, bem como a nós mesmos. A maioria das pessoas tem algum tipo de ligação com todos os elementos, mesmo predominando um ou dois (predomina na maioria dos casos o elemento do signo, porem pode acontecer de não ser).

Vamos falar agora de cada um dos elementos

FOGO

               O fogo é a energia menos condensada dos elementos. O fogo é sinônimo de ação, mas não é uma ação cuja origem seja a reflexão ou o sentimento, é algo instantâneo, resultado da intuição. Sua cor é o vermelho alaranjado e o temperamento associado a este elemento é a raiva, o que significa rapidez, vontade e autossuficiência. O fogo é o elemento mais yang, masculino.
             
                As pessoas com signo de fogo são caracterizadas por ser de natureza extrovertida, entusiasmadas, dinâmica e com grande força de vontade, destemidas, independentes, eficientes e leais aos seus ideais. Por outro lado, alguns dos aspectos negativos que apresentam são a arrogância, a impaciência, o egocentrismo, a exigência e a falta de escrúpulos, entre outros.
             
                Quem nasce sob influência do elemento fogo geralmente é pessoa otimista, autoritária, rápida e eficiente, que muitas vezes assume o papel de líder, graças a sua autoafirmação, entusiasmo e auto aperfeiçoamento.
           
                  Como a ideia do super-homem de Nietzsche, o homem do fogo, não olha para trás nem lamenta o passado, essa combinação é indelicada e imprudente, isso unido a que é pouco delicado e um pouco insolente, com seus impulsos atropela a quem se põe na frente. Seu maior ideal é a busca de sua liberdade de acordo com os seus ideais e, portanto, pronta para conquistar novos territórios e terras desconhecidas e ilimitadas.
             
                  Em relação à ordem dos signos do zodíaco, Áries simboliza os aspectos mais primitivos de uma pessoa, enfatizando a consciência de sua própria existência, pois ela pode ser definida como o "Eu sou". Leão representa, ao adolescente, mais consciente do que Áries e sua expressão é "Eu faço", enquanto Sagitário, está regido mais pelo conhecimento e seu lema é "Eu vejo".

Direção:   Sul
Nome do Vento Sul:  Notus
Energia:  Projetiva, masculina
Cores: Vermelho, amarelo, cores do fogo, laranja, dourado.
Fase da Vida: Juventude
Formas rituais: Queimar, passar na fumaça ou derreter um objeto, erva ou imagem, velas e pequenas fogueiras.
Natureza Básica: Purificante, destruidora, limpadora, energética, sexual, forte.
Tipos de magia: Vela, tempestade, tempo e estrela.
Tempo: Meio-dia.
Estação: Verão
Ferramentas: Bastão, lamparina ou velas, ervas ou papéis queimados.
Espíritos: Salamandras, dragões do fogo, a consciência das chamas.
Rei: Djin
Sentido: Visão
Pedras e Jóias: Opala de fogo, jasper, pedras vulcânicas, cristais de quartzo, rubi, carnélia, rodocrosita, ágata.
Metais: Ouro, latão.
Incensos: Olíbano, Canela, Junípero.
Plantas e árvores: Alho, hibisco, mostarda, urtiga, cebola, pimenta vermelha, canela, plantas espinhentas, buganvílea, cactos, grãos de café, amendoeira em flor.
Animais: Leões, cavalos, cobras, grilos, louva-deus, besouros, abelhas, centopeias, escorpiões, tubarões, fênix, coiotes, raposas.

Deusas:
 Brigid, Vesta, Pele, Héstia.
Deuses:  Agni, Horus, Hefesto, Vulcano, Prometeu.

Instrumentos: Guitarras, todos os instrumentos de corda.
Símbolos: Relâmpago, Vulcões, arco-íris, sol, estrelas, larva.


TERRA

              A terra é a forma mais densa de energia dos elementos. A terra é um elemento de percepção, sendo os sentidos seus principais canais de realizações. Sua cor é o verde e a natureza associada a este elemento é a cólera. A terra é yin, passiva, fria e seca.
           
              O homem terra é o mais resistente dos elementos, de natureza tranquila e um pouco introvertido, é caracterizado por ser trabalhador, esforçado e perseverante. Vê o mundo através dos sentidos mais do que qualquer outro signo e é por isso que é um pouco mais lento; lentidão que compensa com tenacidade e determinação.

              Guiados pela tradição e a norma, vencem qualquer resistência que encontra pelo caminho, com sua energia e sua força de vontade. São realistas e pertencem ao grupo dos construtores, gostam de executar suas finalidades e encontram a compensação no prazer da tarefa cumprida. Vivem concentrados em seus objetivos e não se dispersam em nada que não vai produzir os resultados esperados. Algumas virtudes associadas ao homem de Terra são o trabalho, a sobriedade, a austeridade, a tolerância, a paciência e a conciliação, enquanto que entre seus defeitos estão a falta de imaginação, a rigidez ou o excesso de protocolo e a formalidade.

              Por sua vez, os signos de terra se caracterizam por serem dependentes do corpo. Eles são os mais sensoriais e, portanto, têm um forte apego à gastronomia, ao sexo, à roupas e aos perfumes. No entanto, esse apego à percepção de bem-estar físico vai diminuindo de acordo com a localização do signo no Zodíaco, ou seja, Touro, que é o primeiro, é o mais necessitado das sensações que transmitem os sentidos, seria a criança que quer sentir que possui e sua expressão é "eu tenho", o segundo, Virgem, é o adolescente e seu lema é "Eu analiso", enquanto que Capricórnio seria o adulto que precisa saber que pode e se define pela expressão "eu consigo. "


Direção:   Norte – O lugar das maiores trevas
Nome do Vento Norte: Boreas, Ophion
Energia:  Receptiva, feminina
Cores: Negro, marrom, verde
Fase da Vida: Velhice
Formas rituais: Enterrar, plantar, fazer imagens de argila ou areia, andar na natureza enquanto visualiza o que se deseja.
Natureza Básica: Fértil, úmida, estável. A gravidade é a manifestação desse elemento.
Tipos de magia: Cultivo, ímãs, imagens, estátuas, pedra, árvore, nó, amarração.
Tempo: Meia-noite.
Estação: Inverno
Ferramentas: Pentáculo, pentagrama, imagens, pedras, sal, terra, gemas, árvores, cordas.
Espíritos: Gnomos, anões, trolls, os que habitam o interior da terra, a consciência das gemas.
Rei: Ghob, Gob ou Ghom.
Sentido: Tato
Pedras e Jóias: Cristal de rocha, verdes como a esmeralda e o peridoto, ônix, jaspe, azurita, ametista, turmalina, quartzo rutilado..
Metais: Ferro, chumbo.
Incensos: Estoraque, benjoim.
Plantas e árvores: Confrei, hera, grãos, arroz, trigo, patchouly, vetivert, líques, musgo, nozes, plantas secas ou grandes e frondosas, carvalho, raízes.
Animais: Vaca, touro, búfalo, veado, cervo, antílope, cavalo, formiga, esquilo, texugo, urso, lobo.

Deusas: Ceres, Deméter, Gaia, Nephtys, Perséfone, Rhea, Rhiannon, Prithivi
Deuses:  Adonis, Athos, Arawn, Cernunnos, Dionísio, Marduk, Pan, Tammuz..

É atraído por: Sais, pós e pedras.
Instrumentos: Baterias, todos os instrumentos de percussão.
Símbolos: Rochas, gemas, montanhas, campos planos, solos, cavernas e minas.


AR

                 O elemento ar é o segundo menos denso, depois do fogo. Seu campo de ação está no plano intelectual, o que representa o nosso poder de raciocínio cognitivo. As ideias, a criatividade, a reflexão, assim como a comunicação falada e escrita são suas principais formas de expressão. Sua cor é o amarelo e a natureza associada a este elemento é o sangue. Ele é o segundo mais yang ou ativa, depois do fogo, sendo quente e seco.

                 O homem do ar é guiado por suas ideias, a reflexão e a imaginação, e além disso, goza de uma comunicação muito fluente com o seu ambiente. Está sempre imerso em um mundo imaginário, fantasioso, cheio de criações ideais, as quais em alguns casos pode projetar em forma de realização artística e em outros desenvolver-se em seu próprio mundo imaginário. Nem é motivado a realizar as suas próprias projeções, muito pelo contrário, já que evita qualquer possibilidade de aterrissar em um mundo tangível. Sua principal motivação é a beleza.

                Entre as qualidades dos signos pertencentes a esse elemento se destacam a agilidade mental, sua sociabilidade, sua habilidade de comunicação, sua criatividade, o gosto estético e adaptação.

                 Enquanto que alguns aspectos negativos de sua personalidade que lhe poderiam dificultar a integração com os outros seria o distanciamento com o mundo concreto, a incoerência, a superficialidade, a crítica excessiva e a mistura temática sem aprofundar-se.

               Em relação à ordem dos signos no zodíaco, Gêmeos é o mais comunicador e ao mesmo tempo representa a criança "Eu penso", Libra seria o produtivo, o que coleta os dados e se define como “Eu pondero ", enquanto Aquário seria o idealista e se expressa como “Eu Sei."

Direção:   Leste
Nome do Vento Leste:  Eurus
Energia:  Projetiva, masculina
Cores: Branco, amarelo claro, azul claro, tons pastéis
Fase da Vida: Infância
Formas rituais: Sacudir objetos no ar ou pendurá-los ao vento, suspender ferramentas em lugares altos, soprar objetos leves enquanto visualiza energias positivas, deixar que o vento carregue folhas, flores, ervas ou papel picado.
Natureza Básica: Movimento, flutuante, fresca, inteligente. O Som é uma manifestação deste elemento.
Tipos de magia: Adivinhação, concentração, visualização, profecia, magia do vento, karma, velocidade.
Tempo: Nascer do sol
Estação: Primavera – O tempo do frescor
Ferramentas: Incensário, Athame, espada, visualização criativa.
Espíritos: Silfos, Zéfiros e fadas que habitam o mundo das árvores, flores, ventos, brisas e montanhas.
Rei: Paralda
Sentido: Olfato e audição.
Pedras e Jóias: Topázio, pedras claras e transparentes, cristais, ametista, alezandrita, pedras azuis e amarelas.
Metais: Cobre.
Incensos: Olíbano, mirra, alecrim, violeta.
Plantas e árvores: Olíbano, mirra, prímula, tamareira, verbena, violeta, alfazema.
Animais: Pássaros, especialmente águias e falcões, insetos, aranhas.

Deusas: Aradia, Arianrhod, Cardea, Nuit, Urania.
Deuses:  Enlil, Kheohera, Mercúrio, Thoth .

É atraído por: Instrumentos musicais, incensos.
Instrumentos: Flautas, todos os instrumentos de sopro.
Símbolos: Céu, vento, brisa, nuvens, respiração, vibração, plantas, ervas, flores, árvores. 


ÁGUA

                 A água é a segunda energia mais densa, depois da terra. Para um estímulo aplicado em qualquer ponto da mesma, a água responde vibrando em toda sua extensão. É por esta razão que na astrologia a água representa o vulnerável​​, o instável ​​e o fácil de influenciar. Sua cor é o azul e a natureza associada a este elemento é o impassível. A água é fria e úmida, passiva e é o segundo elemento mais yin, depois da terra.

                Os signos regidos por esse elemento expressam a sua força motriz através das emoções. Estes se caracterizam principalmente por seu sentimentalismo e tudo o que lhes rodeiam: paixões, desejos, frustrações, prazeres, medos e todo um mundo psíquico. Vivem em um mundo carente de plano real e espiritual, onde o estado emocional e a extrema subjetividade cobra um papel fundamental.

                 Entre as virtudes que caracterizam os homens de água se encontra a profunda emotividade, a receptividade com os sentimentos alheios, a capacidade de adaptação, a compaixão, a generosidade e seu vigor espiritual. Enquanto que entre suas fraquezas se encontra a instabilidade, a vulnerabilidade, o excesso de sentimentalismo, a frustração, a manipulação dos outros, medos irracionais, desconfiança e algumas vezes um certo isolamento.

                Quanto a ordem dos signos de água, Câncer é o primeiro, e por isso é o mais sensível à questões emocionais, representa a criança e seu lema seria: "Sinto muito". Escorpião é o signo que se manifesta através da expressão "Eu desejo" e está relacionado à experiência do sexo. Enquanto que, por último, Peixes, seria o que maior sensibilidade psíquica desprenderia e cuja manifestação é refletida através do "Eu acredito".

Direção:   Oeste
Nome do Vento Oeste:  Zephyrus
Energia:  Receptiva, feminina
Cores: Azul, verde, azul-esverdeado, cinza, índigo, roxo, preto.
Fase da Vida: Maturidade
Formas rituais: Diluir, colocar na água, lavar, banhar-se.
Natureza Básica: Purificante, fluente, curadora, suave, amorosa, movimento.
Tipos de magia: Mar, gelo, neve, neblina, espelho, ímã, chuva.
Tempo: Anoitecer
Estação: Outono – O tempo da colheita, quando a chuva lava a terra.
Ferramentas: Cálice, caldeirão, espelho, o mar.
Espíritos: Ondinas, ninfas, sereias e fadas dos lagos.
Rei: Niksa ou Necksa
Sentido: paladar
Pedras e Jóias: Água marinha, ametista, turmalina azul, pérola, coral, topázio azul, fluorita azul, lapis lazuli, sodalita.
Metais: Mercúrio, prata.
Incensos: Mirra, camomila, sândalo.
Plantas e árvores: Lótus, samambaia, musgo, arbustos, alga, couve-flor, gardênia, salgueiro.
Animais: Serpentes, golfinhos, focas, todos os peixes, mamíferos marinhos e criaturas marinhas, gato, sapo, tartaruga, lontra, ostra, cisne, caranguejo, urso.

Deusas: Afrodite, Ísis, Tiamat, Yemanja.
Deuses:  Dylan, Osíris, Netuno e Poseidon.

É atraído por: Água, soluções, poções..
Instrumentos: Piano, teclados, cravo, sinos.
Símbolos: Oceanos, lagos, rios, poços, fontes, chuva, neblina, conchas, água.  
Greice Oliver


Nenhum comentário:

Postar um comentário